MATÉRIAS | INFOROCHAS

"Adoção de medidas que restabeleçam a confiança dos investidores"


A afirmação é do presidente do SindusCon-SP, Odair Senra

Odair Senra foi eleito para a presidência do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) para o biênio 2019-2022. Para a sua gestão, Odair Senra destacou os desafios que o setor deverá enfrentar nos próximos anos.

“O primeiro deles é prestar serviços às empresas associadas para que ampliem sua competitividade e possam seguir oferecendo ao mercado produtos que atendam às necessidades dos consumidores com qualidade”, ressaltou, acrescentando ainda que a principal demanda que abrange todos os setores é a adoção de medidas que restabeleçam definitivamente a confiança dos investidores.

Confira parte da entrevista concedida pelo Odair Senra à revista Rochas de Qualidade. 

RQ - Quais são os principiais desafios frente à entidade para o biênio 2019/2022?

Odair Senra - O primeiro desafio é prestar serviços às empresas associadas para que ampliem sua competitividade e possam seguir oferecendo ao mercado produtos que atendam às necessidades dos consumidores com qualidade. Isso significa que iremos seguir realizando nossos seminários, cursos e treinamentos sobre gestão, inovação, tecnologia e qualidade aplicadas às construtoras. Também prosseguiremos com ações, cursos e seminários voltados ao fomento da construção sustentável, relevante para o meio ambiente; os consumidores e as empresas. Isso, sem esquecer as ações e eventos que promovemos voltados à segurança e à saúde do trabalho dos nossos trabalhadores.

O segundo desafio é manter nossa boa interlocução com o Executivo e o Legislativo, tanto para a aprovação das medidas macroeconômicas, começando pela Reforma da Previdência; como para a obtenção de melhorias microeconômicas, como a agilização nos licenciamentos para a execução de obras.

RQ - Quais são as principais demandas setoriais atualmente?

Odair Senra - A principal demanda que abrange todos os setores é a adoção de medidas que restabeleçam definitivamente a confiança dos investidores. A indústria da construção, por produzir bens de longa maturação, necessita de um ambiente favorável aos investimentos e aos negócios para crescer.

No segmento imobiliário, esperamos que os juros dos financiamentos acompanhem a queda dos juros básicos da economia, e que os bancos facilitem o acesso ao crédito.

No segmento de habitação popular, a principal demanda é pela melhoria com aperfeiçoamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida, por sua contribuição à diminuição do déficit habitacional, à geração de empregos e ao fortalecimento da indústria da construção.

No segmento de infraestrutura, esperamos que os programas de concessões possam gerar as obras de conservação e ampliação de estradas, aeroportos, ferrovias, portos, saneamento básico e outras que os governos não conseguem mais contratar por falta de recursos orçamentários.

RQ - Quais ações o SindusCon-SP adotará para a melhoria da qualidade das obras?

Odair Senra - Temos uma extensa programação que inclui os Seminários de Tecnologia de Estruturas, de Sistemas Prediais e de BIM (Modelagem da Informação da Construção), o Prêmio BIM, cursos e treinamentos diversos. Além disso, nosso Comitê de Tecnologia e Qualidade, formado pelos diretores técnicos das principais construtoras de São Paulo, realiza encontros mensais para conhecer e divulgar soluções inovadoras em tecnologias construtivas e trabalhar pelo aperfeiçoamento das normas técnicas. O SindusCon-SP coordena o Comitê Brasileiro da Construção (CB-002) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).




FALE COM A REVISTA ROCHAS


Revista Rochas de Qualidade

EMC Editores Associados Ltda

Rua Aleixo Netto, 322 - Sala 703

Santa Lúcia, Vitória - Espírito Santo

CEP: 29056-100

Telefone: +55 27 3227 2772

 



Todos os direitos reservados a Revista Rochas | 2017

Conceitos e declarações emitidos por entrevistados e colaboradores não refletem, necessariamente, a opinião desta revista e de seus editores. “Rochas de Qualidade” não se responsabiliza pelos conteúdos de anúncios e informes publicitários. Nenhuma parte desta publicação pode ser em qualquer forma sem a expressa autorização da EMC-Editores Associados Ltda. Todos os direitos são reservados. Registrada no INPI e matriculada de acordo com a Lei de Imprensa. Não publica matérias redacionais pagas.