MATÉRIAS | INFOROCHAS

Feira de Bolonha dita tendências e apresenta cópias de rochas naturais


O evento recebeu mais de 110.000 visitantes entre os dias 25 e 29 de setembro

A Feira CERSAIE, realizada em Bolonha, na Itália, considerada uma das mais expressivas e tradicionais do setor de cerâmica, foi prestigiada por mais de 110.000 visitantes durante os quatro dias de evento, realizado de 25 a 29 de setembro último.

Os produtos cerâmicos foram apresentados em sua maior parte aplicados em ambientes como cozinhas, salas de banho, salas e jardins, entre outros, todos eles unindo parceiros de setores paralelos como metais, louças, iluminação, moveis, vidros, madeiras e outros, realizando uma promoção conjunta e agregando informações para o seleto público de especificadores que compareceu ao evento.

Um dos pontos que mais chamou atenção foi o fato de que cerca de 80% dos materiais expostos foram apresentados em “acabamento fosco”, sem brilho; e texturizados em boa parte deles, para buscar as sensações de conforto e de toque nos produtos cerâmicos, elementos que são facilmente encontrados em revestimentos naturais.

No evento, foram ministradas inúmeras palestras técnicas motivadoras sobre a aplicação de produtos com argamassa, silicones revolucionários, pisos elevados e insertes metálicos.

As tendências em tonalidades tiveram o domínio da cor cinza, nas variações clara e escura, em formas homogênea e movimentada; tons cimentícios e tons marrons amadeirados. Os materiais branco ocuparam o tradicional espaço nos estandes, principalmente, para revestimentos de paredes e bancadas.

 A Feira apresentou uma grande quantidade de materiais copiando as rochas naturais, principalmente, os produtos de maior valor agregado, como o mármore Carrara e os quartzitos brasileiros de cor branca, alguns de bom nível e muitos de baixíssima qualidade visual.

Em visita a CERSAIE, a revista Rochas de Qualidade não constatou a cópia das tradicionais rochas naturais brasileiras clássicas e exóticas, provavelmente, em razão das suas particularidades visuais, principalmente a profundidade dos quartzos que formam a massa dos materiais e, sem dúvida, pelo preço baixo.

As peças foram apresentadas em produtos acabados e na tradicional linha de ladrilhos, a partir de 40 x 40 cm até as grandes placas cerâmicas de 3,2 x 1,8m, que na maior parte são vocacionadas para confecção de bancadas de cozinhas.

As rochas naturais foram apresentadas muito discretamente, todas expostas na forma beneficiada em produto final, como mosaicos, degraus de escada e pequenas bancadas.




FALE COM A REVISTA ROCHAS


SÃO PAULO

EMC Editores Assiociados Ltda

Avenida Prestes Maia, 241 - conj. 3520
Santa Ifigênia - 01031-902 São Paulo - SP
Telefone: +55 11 3228 9290
Fax: +55 11 3229 7370

VITÓRIA

EMC Editores Assiociados Ltda

Rua Aleixo Netto, 454 - conj. 308
Praia do Canto - 29057-200 - Vitória - ES
Telefone: +55 27 3227 2772



Todos os direitos reservados a Revista Rochas | 2017

Conceitos e declarações emitidos por entrevistados e colaboradores não refletem, necessariamente, a opinião desta revista e de seus editores. “Rochas de Qualidade” não se responsabiliza pelos conteúdos de anúncios e informes publicitários. Nenhuma parte desta publicação pode ser em qualquer forma sem a expressa autorização da EMC-Editores Associados Ltda. Todos os direitos são reservados. Registrada no INPI e matriculada de acordo com a Lei de Imprensa. Não publica matérias redacionais pagas.